Escola adota óculos de realidade aumentada de baixo custo como recurso para o AEE

Sou professora do atendimento educacional especializado (AEE) no Colégio Estadual Amyntas de Barros, em Pinhais (PR). Em uma das atividades na sala de recursos multifuncionais (SRM), em parceria com outra colega docente, utilizei o material pedagógico acessível Óculos de realidade aumentada. O recurso permitiu que os estudantes experimentassem a imersão em um mundo simulado. O material é de baixo custo e foi criado com papelão a partir de um modelo disponível para download no site do Google Cardboard (veja neste relato como fazer o recurso).

Este vídeo conta com legendas em português (ativadas na barra do player)

Realidade aumentada em sala de aula

Após baixar o material, levamos os óculos já cortados no papelão. Em sala de aula, junto com os alunos, fizemos a montagem do recurso, usando os utensílios necessários como cola, lentes e um aparelho celular. Participaram da atividade quatro estudantes. Entre eles, um tinha autismo, outro deficiência intelectual e outro apresentava dificuldades de aprendizagem.

+ Saiba como construir os Óculos de realidade aumentada

Com o material pedagógico foi possível trabalhar temas ligados à sustentabilidade, espaço real e virtual, espaço geográfico, localização e lateralidade. Os alunos permaneceram concentrados para realizar o trabalho em equipe. O garoto com TEA participou de toda a atividade e utilizou os óculos sem demonstrar receio com o espaço virtual. O uso do recurso, sem dúvidas, agregou um grande valor ao processo de ensino-aprendizagem.

Compartilhe este conteúdo com seus amigos.
Comente ou compartilhe nas mídias sociais: