A autonomia aplicada à formação docente

O tema da autonomia aparece na literatura em diversos âmbitos, principalmente ao que se refere à política e à questão social, ligado intimamente a questões de liberdade e o exercício desta. Assim, temos diversas abordagens e definições de conceito, porém sempre relacionada à liberdade, independência ou autossuficiência, onde o indivíduo é autor de suas vivências, pensador e organizador de suas leis, sem excluir o grupo e a sociedade que o cerca. Perante a área da Educação, tal conceito engloba esses ideais, mas também se liga a questões do desenvolvimento. A autonomia deve ser considerada parte primordial do desenvolvimento, tendo em vista a importância de permitir movimentos do indivíduo diante do controle imposto pela ordem social e a estimular sua capacidade na tomada de decisões no campo pessoal e político, permitindo a construção e manutenção de repertórios próprios da criança para o enfrentamento de questões, facilitando o processo de novas construções a partir de um primeiro momento.

A educação, pelo processo de aprendizagem escolar, constitui-se como base facilitadora deste processo e não apenas como simples forma de fornecer dados prontos, elaborados por terceiros, sem reflexão do indivíduo e tomada de consciência da importância e sentido particular perante as informações. A educação inclusiva não seria uma exceção, e o aspecto da autonomia ao invés de ser camuflado pelas deficiências, seria incentivado para o desenvolvimento integral de todos. Nesse sentido, destaca-se a importância do papel dos docentes no desenvolvimento da autonomia do aluno para buscar conhecimento e agregar em seu cotidiano com seus alunos, para que outras formas de educação possam ser desenvolvidas.

Com objetivo de conhecer como a questão da autonomia comparece no processo formativo de docentes em um curso sobre educação inclusiva, realizou-se uma pesquisa qualitativa, tendo como estratégia a análise documental. Considerou-se o material de suas aulas e cursos produzidos por uma instituição que tem seu foco de atuação na educação inclusiva em diversas instituições públicas de ensino no Brasil. Os resultados obtidos com a pesquisa mostraram que, apesar da autonomia não ser o assunto principal discutido durante o processo de formação, está sempre ligada aos objetivos finais dos projetos e professores que buscam se aprimorar para poder desenvolver nos alunos uma forma autônoma de desenvolvimento, agregando sentido pessoal e particular para as informações novas que são recebidas. Temos também instituições, pesquisadores e projetos, envolvidos neste tema, buscando cada vez mais a valorização da autonomia e a clarificação do conceito, para que este não se perca e cada vez mais seja priorizada no meio educacional, em ambiente escolar. Através da presente pesquisa, também foi possível perceber a importância da constante atualização dos docentes em relação ao tema para que possam discutir e elaborar novas soluções para eventos cotidianos e assim, efetivamente participar de um processo de inclusão.

A importância do professor no trabalho educativo inclusivo é primordial, ele é e será o profissional responsável por garantir o direito dos indivíduos a receberem as condições necessárias para o desenvolvimento e aprendizagem. A autonomia se mostra importante em todos os níveis do processo educativo, desde as questões da escola frente ao Governo, até o desenvolvimento do pensamento reflexivo de cada aluno. Assim, ressalta-se a autonomia dos docentes, para através do exercício da mesma, buscar soluções para as situações e informações para seu desenvolvimento para estarem aptos a trabalharem e desenvolverem projetos com suas salas e alunos, pois são estes que acompanham o dia-a-dia dos alunos e conhecem as especificidades de cada turma.

 

Conheça o estudo completo completo realizado pela autora sobre o tema da autonomia nos processos formativos de docentes para a educação inclusiva.

 

Brunna de Sousa Leite é formada em Psicologia pela Universidade Presbiteriana Mackenzie no ano de 2013, sob a supervisão do Prof. Marcos Vinicius De Araújo.

©Instituto Rodrigo Mendes. Licença Creative Commons BY-NC-ND 2.5. A cópia, distribuição e transmissão dessa obra são livres, sob as seguintes condições: Você deve creditar a obra como de autoria de Brunna de Sousa Leite e licenciada pelo Instituto Rodrigo Mendes e DIVERSA.

Compartilhe este conteúdo com seus amigos.
Comente ou compartilhe nas mídias sociais: