Material pedagógico interativo é usado em aulas sobre projeção cartográfica na EJA

Meu nome é Josédina Ribeiro Santos e sou professora da educação de jovens e adultos (EJA) na Escola Municipal Professor Ruy Afrânio Peixoto, em Nova Iguaçu (RJ). A realidade de uma sala de EJA é muito difícil por conta das diferentes faixas etárias, mas, por outro lado, os estudantes são muito motivados e têm expectativa de ascensão na vida profissional. Eles acreditam que as diferenças sociais serão amenizadas por meio do estudo.

Às vésperas da Copa do Mundo, decidi tratar de temas como continentes, países e oceanos dentro da disciplina de geografia, aproveitando o interesse dos alunos pelo evento esportivo. Para isso, utilizei um material pedagógico acessível chamado Planisfério. O material — feito com recursos de baixo custo, como papelão, fita adesiva, papel sulfite e palito de sorvete — permite tornar um mapa planificado em uma estrutura semiesférica. Com isso, os estudantes contam com um recurso a mais para entender as relações entre o mapa plano e a realidade geográfica.

Assista a um trecho da aula:

Engajamento durante a aula

A turma em que a atividade foi realizada tinha 25 alunos, incluindo um com autismo e outro com deficiência intelectual. Em um primeiro momento, apresentei os temas da aula e o material pedagógico à turma. Depois, eles tiveram oportunidade de manuseá-lo e de tirar dúvidas.

+ Aprenda a fazer o Planisfério

Todos ficaram muito interessados na atividade. Acredito que o recurso facilitou de maneira significativa a compreensão do conteúdo. Os dois estudantes público-alvo da educação especial interagiram e fizeram muitas perguntas durante toda a aula.

Acredito que o material possa ser utilizado em aulas de diversas disciplinas para melhor apropriação do conhecimento.

Compartilhe este conteúdo com seus amigos.
Comente ou compartilhe nas mídias sociais: