Material pedagógico sobre sistema nervoso explora visão e tato de alunos

Meu nome é Roselma Pena Vieira, sou professora do 5º ano do ensino fundamental na Escola Municipal Maria Dolores, localizada no município de Mesquita (RJ). A região em que a unidade se encontra, na baixada fluminense, sofre muito com a violência. Como professor, quando você se depara com uma comunidade assim, percebe que é essencial ligar o conteúdo formal do currículo com a vida, o cotidiano e as habilidades dos alunos. Por isso, eu procuro planejar minhas aulas considerando diferentes estratégias pedagógicas.

Nesse sentido, para as aulas em uma turma do 5º ano, utilizei um material pedagógico acessível chamado Modelo do sistema nervoso. O recurso reproduz em alto-relevo a disposição dos nervos no corpo humano e emite luzes para simular o funcionamento. O material é feito com papelão, linhas, lâmpadas de LEDs e conta com um circuito eletrônico básico.

Estudando o sistema nervoso

Ao usar o recurso em aulas de ciências, consegui trabalhar tópicos sobre o funcionamento do corpo humano de modo mais lúdico e interativo para toda a classe, que contava com um garoto com deficiência intelectual e outro com baixa visão. Ambos participaram muito. Os aspectos visual e tátil do material pedagógico fizeram toda a diferença para eles.

+ Aprenda a fazer o Modelo do sistema nervoso

As aulas tradicionais têm um formato ultrapassado e é preciso romper com esse modelo para que haja aprendizagem plena.

Compartilhe este conteúdo com seus amigos.
Comente ou compartilhe nas mídias sociais: