Modelo do sistema nervoso

Esta página ainda está em construção e estará completa em breve. Até lá, você pode assistir às práticas e aos tutoriais dos Materiais pedagógicos acessíveis aqui.

 

O Modelo do sistema nervoso é um material pedagógico acessível que reproduz em alto-relevo a disposição dos nervos no corpo humano e emite luzes para simular seu funcionamento. O recurso é feito com materiais de baixo-custo, como papelão, linha, lâmpadas de LED e conta com um circuito eletrônico básico. Quando a bateria é ligada, as luzes se acendem.

Atributos do Desenho universal para a aprendizagem

• Apresentação: o material pedagógico proporciona opções para a percepção ao usar o modelo físico interativo para apresentar os elementos que compõem o sistema nervoso de forma simples e complementar a ilustrações e textos. Oferece opções para o uso da linguagem por meio do uso de modelos. Oferece opções para a compreensão por meio da ativação de conhecimentos prévios dos estudantes sobre o funcionamento do corpo humano, em especial do funcionamento do sistema nervoso.

• Interação e expressão: proporciona opções para a atividade física ao diversificar as formas de interação dos estudantes com os conceitos. Oferece opções para a expressão e a comunicação do conhecimento pelos estudantes. Oferece opções para as funções executivas apoiando a memória de trabalho.

• Motivação e engajamento: proporciona opções para gerar interesse no estudante ao conectar o componente curricular a vida. Oferece opções para manutenção da atenção ao propor diversos desafios relacionados manipulação do recurso.

Articulação com a Base nacional comum curricular

• Conhecimento: amplia as oportunidades para a construção do conhecimento pelos estudantes sobre o funcionamento do corpo humano, em especial do sistema nervoso.

• Pensamento científico, crítico e criativo: propõe que os alunos elaborem e testem hipóteses sobre o funcionamento do sistema nervoso por meio da manipulação do modelo.

• Comunicação: contribui para o multiletramento ao ampliar as formas com que estudantes possam partilhar informações e seu entendimento sobre o funcionamento do sistema representado.

• Cultura Digital: introduz conceitos de eletrônica básica com o uso de circuito para acionamento de luz nos pontos nervosos.

• Autoconhecimento e autocuidado: amplia as formas de compreensão do funcionamento do próprio corpo permitindo a tomada de decisões fundamentadas.

• Empatia e cooperação: facilita as estratégias de cooperação entre estudantes ao ampliar as formas de informação e expressão.

Áreas do conhecimento e anos de escolaridade

• O material apresenta forte aderência com os componentes curriculares de ciências ao longo do ensino fundamental.

Nos anos iniciais do primeiro segmento é um recurso para contribuir para que os estudantes localizem, nomeiem e representem partes do corpo humano e expliquem suas funções.

Para estudantes do segundo segmento, o material pedagógico apoia o trabalho com os componentes curriculares de interação entre os sistemas, especialmente ao propor a manipulação do modelo para compreensão do organismo como um complexo arranjo de sistemas com diferentes níveis de organização.

Compartilhe este conteúdo com seus amigos.
Comente ou compartilhe nas mídias sociais: