Guilherme Xavier Gomes Diniz

Olá!

Me chamo Guilherme, tenho 24 anos e sou publicitário. Tenho um irmão mais novo com o nome de Gustavo, de 11 anos, que foi diagnosticado com Síndrome de Asperger quando tinha 3 anos de idade. Durante todo seu desenvolvimento acadêmico, meus pais sempre procuraram incluí-lo em atividades paralelas que poderiam desenvolver outras habilidades e conhecimentos que estivessem defasados em sua aprendizagem regular.

Por isso, no começo desse ano (2015), meu pai decidiu matriculá-lo em uma escola chamada Kumon, que desenvolve cursos de matemática, português e outros idiomas. Inicialmente, ele começou no curso de matemática, pois é o que ele possui maior dificuldade na escola regular. Após 2 meses de curso, por meio de um método de alinhamento de peças numéricas de imãs em uma lousa de ferro, descobrimos que Gustavo sabe contar até 56!

Foi uma alegria tremenda para a família e os professores na escola, saber que Gustavo sabe contar até tal quantia. Pois como ele tem certa dificuldade na escrita, não sabíamos que ele tinha conhecimentos sólidos em relação a números.

O método já está sendo manejado para ser utilizado na escola regular dele para que auxilie outras crianças que possuem certa dificuldade de escrever.

Compartilhe este conteúdo com seus amigos.
Comente ou compartilhe nas mídias sociais: