Tabuleiro de RPG

O jogo de RPG é composto por um tabuleiro com quatro estações. Cada estação possibilita a escolha de dois caminhos, que conduzem a  histórias escolhidas pelos estudantes.

Além do tabuleiro, o material conta com: miniaturas para o cenário, como castelo, árvores e pessoas; um controle com sensores de ruído (sopro) e botões, que emite o áudio com as histórias e com as charadas; e cartas de apoio com ilustrações de personagens ou poderes.

Para jogar, o estudante escolhe qual dos dois caminhos seguir. Para isso, pressiona um botão do controle ou assopra o sensor. Ao ouvir o áudio com a charada, a resposta corresponderá a uma das cartas de personagem ou poder, que ele, ou seu grupo, deve apresentar.

Caso a resposta esteja correta, os pinos são movimentados pelo tabuleiro e a história avança; caso contrário, o estudante passa a vez para o próximo colega ou grupo.

Articulação com a Base nacional comum curricular

Considerando o relato de experiência das educadoras do Centro de Formação e Acompanhamento à Inclusão (CEFAI) de Itaquera que elaboraram o jogo e o implementaram na EMEF Clotilde Henrique Rosa, além das possibilidades de uso do Tabuleiro de RPG em outras escolas, o material pode ser utilizado como estratégia pedagógica para as seguintes habilidades da Base nacional comum curricular (BNCC): 

 Língua Portuguesa 

UNIDADE TEMÁTICA  Leitura/escuta (compartilhada e autônoma) 
OBJETO DE CONHECIMENTO  Estratégia de leitura 
HABILIDADE  (EF15LP03) Localizar informações explícitas em textos.
(EF15LP04) Identificar o efeito de sentido produzido pelo uso de recursos expressivos gráfico-visuais em textos multissemióticos. (EF35LP01) Ler e compreender, silenciosamente e, em seguida, em voz alta, com autonomia e fluência, textos curtos com nível de textualidade adequado. 

 

UNIDADE TEMÁTICA  Leitura/escuta (compartilhada e autônoma) 
OBJETO DE CONHECIMENTO  Oralidade 
HABILIDADE  (EF15LP10) Escutar, com atenção, falas de professores e colegas, formulando perguntas pertinentes ao tema e solicitando esclarecimentos sempre que necessário. 

(EF15LP13) Identificar finalidades da interação oral em diferentes contextos comunicativos (solicitar informações, apresentar opiniões, informar, relatar experiências etc.). 

Desenho universal para a aprendizagem no uso do material

O jogo foi confeccionado utilizando o conceito de Desenho universal para a aprendizagem (DUA) e utiliza recursos multissensoriais para minimizar as barreiras à participação autônoma de todos os alunos, com ou sem deficiência. 

material conta com elementos visuais (detalhes do tabuleiro e imagens das cartas), táteis (miniaturas do cenário e personagens do jogo) e sonoros (controle acionado por sopro e botão e áudios das histórias e das charadas). 

Esses recursos ampliam as possibilidades de percepção nas interações e nas respostas dos estudantes. Os educadores estimularam a rede de aprendizagem afetiva resgatando os conhecimentos prévios dos estudantes sobre contos de fadas e no processo de escolha das histórias e personagens.  

A narrativa é construída por meio de escuta, leitura e organização de elementos táteis com uma estratégia gamificadaO trabalho cooperativo permite uma participação efetiva de todos os estudantes.  

Compartilhe este conteúdo com seus amigos.
Comente ou compartilhe nas mídias sociais: