Instituição da Bulgária auxilia a criação de ambientes escolares inclusivos

Programa fornece apoio para escolas garantirem oportunidades para que toda criança desenvolva seu potencial

Dos esforços para acabar com atitudes negativas em relação à educação inclusiva em Sofia, capital da Bulgária, a Association for Shared Learning ELA entendeu que o apoio a gestores escolares e professores é a principal iniciativa. A compreensão destes educadores sobre os benefícios que a inclusão garante a todos, assim como a responsabilidade de cada um nesse processo, é o que viabiliza uma cultura inclusiva nas escolas.

Em sala de aula de escola, estudante escolhe canetinha colorida de copo em cima da mesa. Ao redor do copo, plaquinhas com nomes em búlgaro. Fim da descrição.
Imagem retirada da página oficial do programa One School For All.

Contudo, para possibilitar a criação de ambientes escolares realmente inclusivos, a instituição notou que, além de desenvolver formação de professores e dar apoio à gestão, precisaria envolver também outros atores da comunidade escolar. Dessa forma, surgiu o programa “One School For All”, ou Uma Escola Para Todos, em português. O programa fornece apoio às escolas trabalhando de forma sistemática as quatro áreas principais da comunidade escolar: a gestão escolar; as práticas em sala de aula; o diálogo com os familiares; e a segurança infantil. O objetivo é garantir o acesso, a participação e o aprendizado de todas as crianças.

Conheça iniciativas de educação inclusiva em outros países:
+ Estado australiano cria modelo inclusivo para apoiar aprendizagem de todos
+ Um olhar sobre a educação inclusiva em Portugal

Buscando auxiliar no processo de gerir uma educação inclusiva, o programa fornece mentoria para que as próprias escolas liderem mudanças em todos os níveis (culturais, políticos e práticos) da unidade, ajudando na organização de seus processos e recursos e estruturando suas atividades para permitir a construção de um ambiente escolar inclusivo, onde cada estudante possa desenvolver o seu potencial.

A avaliação do programa demonstra melhorias no entendimento dos educadores sobre educação inclusiva e suas responsabilidades; na confiança dos professores no contato com os familiares; e na abertura dos alunos em relação à diversidade.

O programa “One School For All” foi apresentado e premiado na Zero Project Conference 2020 como prática inovadora em educação inclusiva.

Compartilhe este conteúdo com seus amigos.
Comente ou compartilhe nas mídias sociais: