Intencionalidade pedagógica no trabalho remoto é discutida em webinário

Convidadas abordaram o planejamento durante o trabalho remoto e a possibilidade de ensino híbrido durante a volta às aulas presenciais

A série “Educação inclusiva durante a pandemia” teve mais um encontro virtual na última quarta-feira, 02 de setembro. Foram abordados assuntos relacionados à “Intencionalidade pedagógica do trabalho remoto e suas ferramentas”, com objetivo de refletir sobre possibilidades de utilização de recursos pedagógicos acessíveis e tecnologias assistivas no ensino remoto e híbrido após a reabertura das escolas.

O webinário contou com a presença de Rejane Palácio, gerente da unidade de Mediação Tecnológica e Canal de Educação da Secretaria de Educação do Estado (SEDUC) do Piauí, e de Claudia Petri, coordenadora de implementação regional do Itaú Social. A mediação foi feita por Regina Mercurio, formadora em educação inclusiva do Instituto Rodrigo Mendes (IRM).

Estratégias para o trabalho remoto

A respeito da utilização de ferramentas durante os processos recentes da educação, Regina Mercurio pontuou que cada território precisa levar em consideração suas singularidades e checar o que está funcionando ou não para fazer adaptações:

“A questão da educação inclusiva é mais urgente do que nunca, porque ela está colocada para todos os alunos. Temos que pensar em ferramentas e estratégias pedagógicas para trabalhar com grupos absolutamente heterogêneos, porque é assim que as crianças vão retornar”.

Assista aos webinários do primeiro ciclo da série:
+ Confira a série de webinários sobre a educação inclusiva durante a pandemia

Retorno às aulas

Sobre a retomada das aulas presenciais, Claudia Petri ponderou que o processo de volta às aulas será diferente do habitual. Para ela, é necessário refletir sobre os protocolos de retorno, bem como na necessidade de parcerias entre setores para o acolhimento de estudantes e educadores. A coordenadora avalia também que uma evasão escolar deve ocorrer:

“Para as secretarias, é importante agir para trazer essas crianças de volta, garantindo a acessibilidade para que todos tenham as mesmas oportunidades. É preciso pensar nesse diagnóstico e depois na flexibilização curricular”.

Fundo preto. Em quatro quadros, imagens das participantes, mediadora e intérprete: Regina Mercurio, Vânia Santiago, Rejane Palácio e Claudia Petri. Legenda em tempo real. Fim da descrição.

Por sua vez, Rejane Palácio levantou a necessidade do alinhamento do trabalho com toda a equipe da Secretaria de Educação e com estudantes e familiares: “Retornamos quando todos estiverem prontos, mas, até lá, estamos nos preparando. Não deixamos a educação parar”.

Leia mais:
+ Pesquisa faz levantamento de protocolos para a educação na pandemia de 23 países

Acompanhe os próximos webinários

Ainda estão previstos dois webinários no segundo ciclo da série “Educação inclusiva durante a pandemia”. Eles serão transmitidos ao vivo nos dias 7 de outubro e 4 de novembro. Continue acompanhando as redes sociais do DIVERSA e do IRM para saber mais!

Também é possível conferir na íntegra os webinários sobre acessibilidade informacional e intencionalidade pedagógica, acessando o canal do Instituto Rodrigo Mendes no Youtube.

Compartilhe este conteúdo com seus amigos.
Comente ou compartilhe nas mídias sociais: