Raimunda Gomes da Silva

Em 2008 comecei a trabalhar na escola onde tive vários desafios: o primeiro foi trabalhar com alunos em distorção idade série. Na escola também estudava uma aluna chamada Cristina com deficiência intelectual. Ela era muito tímida, não interagia com os colegas, andava sempre suja, mas comigo ela conversava e até resolvia as atividades. Acredito que meu relacionamento com ela ajudou muito na sua alfabetização. A atividade que ela mais gostava era recorte e colagem, onde eu mostrava a imagem pra ela colar no nome da figura. Uma das dificuldades encontradas foi para alfabetizá-la já que para cada letra do alfabeto eu tinha que ilustrar para a sua aprendizagem. Uma das estratégias foi colar na cadeira e no caderno dela o alfabeto ilustrado, foi então que aprendeu o alfabeto.

A  ajuda da professora Raimunda da sala de recursos na hora do planejamento é que foi fundamental para a alfabetização da aluna. Ainda a ajuda da coordenadora pedagógica, chamada Lúcia, interagindo com a turma constantemente foi de grande valor. A família, sempre que possível, (não com muita frequência) apoiava nosso trabalho vindo a algumas reuniões e apresentações realizadas na escola. Mas o que fez a diferença nessa escola é a maneira que toda a equipe trabalha para o sucesso de todos os alunos da escola.

RAIMUNDA GOMES DA SILVA

Compartilhe este conteúdo com seus amigos.
Comente ou compartilhe nas mídias sociais: