Maria Iaponísia Fernandes Macedo

Apresentação da dança Pau de Fitas na Gincana Cultural Cultura da Gente

Fazer parte do projeto Portas Abertas para a Inclusão – Esporte para todos, foi uma experiência muito rica. E ao participar das aulas, dos encontros, começamos a pensar em uma proposta que pudesse subsidiar a prática do professor da sala comum voltado ao aluno com deficiência, pois sempre sentíamos que a aceitação do aluno com deficiência em sala de aula, sempre foi uma das grandes barreiras da inclusão, talvez pelo fato de se tratar do desconhecido, do novo.

Iniciamos a execução do projeto “Tudo junto e misturado” em agosto, promovendo encontros sistemáticos com vista à sensibilização dos professores. Para tanto, foram realizadas várias atividades, como debates sobre a educação inclusiva, às concepções que os professores tinham acerca da temática discutida, abordagem sobre as principais deficiências e como trabalhar na perspectiva das especificidades apresentadas por cada deficiência. Em um segundo momento, exibimos o vídeo reflexivo “Eficiência ou Deficiência? Uma questão de olhar” (seleção de imagens de pessoas com deficiência da professora Soraia Eli Lira), em que abordava até que ponto a deficiência limita a vida de uma pessoa, ou seja, o conceito de deficiência pode ser questionado dependo da concepção que cada um tem acerca de ser capaz ou incapaz. Os encontros aconteciam em pequenos grupos, nos dias do planejamento dos professores das salas de aula comum. 

No rol das atividades previstas, foi apresentado o funcionamento e a organização do Atendimento Educacional Especializado – AEE, bem como, os avanços conquistados pelos alunos com deficiência, público-alvo desse atendimento, através de registros como fotos, filmagens e portfólio. Vimos, ainda a necessidade de envolvermos a família como principal parceria desse processo, envolvendo trocas de experiências, proposição de diversas sugestões de como lidar com o aluno, socialização dos trabalhos realizados e até mesmo o desabafo desta quanto às vivências dolorosas. 

Enviamos também e-mails para os professores, com fotos dos atendimentos no AEE e atividades da educação física, além do mural informativo com um breve histórico da inclusão, histórias de superações, sugestões de leituras, noticias, entre outros.

A coordenação pedagógica, juntamente com as professoras de sala de aula comum, a professora do AEE e o professor de educação física, planejaram cuidadosamente atividades para que todos os alunos fossem envolvidos sem discriminação, respeitando as diferenças e o tempo de cada um.

O professor de educação física teve um papel fundamental na execução do projeto. Escolhemos como foco do nosso trabalho, uma aluna com paralisia cerebral. As atividades desenvolvidas foram vôlei de lençol, corrida de cadeiras de rodas, ensaios de danças culturais. Promovemos também um passeio cultural ao Teatro Sesc, para assistir ao espetáculo "Clarisse e a luneta encantada", para levar a aluna cadeirante contamos com o apoio do motorista do ônibus, da mãe da aluna, dos professores, pois o ônibus não era adaptado. 

A aluna participou ativamente da nossa gincana cultural, abordando o tema “Cultura da Gente”, foi apresentado pelo grupo da aluna citada o “Pau de Fitas”, atividades recreativas: corrida de cadeiras de rodas, onde competiu com um aluno autista. Os professores empurravam as cadeiras de rodas. Nessa atividade todos queriam participar.

O projeto “Tudo junto e misturado” foi uma experiência bastante exitosa no sentido de ter oportunizado o entrosamento do grupo de professores e a partir disso, muitas questões, dúvidas, foram suscitadas, oportunamente. Foi possível ainda tornar mais conhecido o trabalho do AEE e a possibilidade de trazer a família para dentro da escola. Hoje na escola, percebe-se um olhar diferente em relação à inclusão. O projeto reforça o envolvimento dos professores e o ganho que todos os alunos tiveram com a inclusão: a partir do envolvimento dos alunos nas atividades propostas, tanto no aspecto do respeito às diferenças, como o cuidado com o outro.

Componentes: FRANCISCA DANIELE ROCHA DOS SANTOS (daniele_rocha_9@hotmail.com) – Coordenadora Pedagógica; MARIA IAPONÍSIA FERNANDES MACEDO (iaponisiamacedo@hotmail.com) Professora do AEE; THIAGO DA ROCHA MARQUES (thiagomarques1982@hotmail.com) – Professor de Educação Física

Participante do projeto Portas Abertas para a inclusão – 2013

Compartilhe este conteúdo com seus amigos.
Comente ou compartilhe nas mídias sociais: