Andréa Leandro Machado

O pequeno I, dividindo seu espaço, sua atenção com colegas de turma, demonstrando sua afetividade e atenção no espaço da quadra escolar.

Bem, este relato retrata o comportamento e a participação do aluno I, que é autista, frequenta a escola numa turma de Educação Infantil e é bem assistido por toda a comunidade escolar. 

Acompanho esta turma em aulas regulares de Educação Física, e o aluno supracitado, toda vez que estava em aula, tinha um estagiário a segui-lo, no entanto tal "cobertura", na aula de Educação Física não funcionava tão legal. 

Um belo dia, este estagiário seguiu para outra turma e o pequeno I participou livremente de toda a aula de Educação Física, respeitando as regras propostas pela atividade, fato que me surpreendeu. A captação e entendimento de todo o procedimento da atividade me chamou a atenção, pois não tive nenhuma dificuldade de me fazer entender pelo mesmo, bastava só que eu não me demorasse a dinamizar a atividade, pois do contrário, assim como toda criança, a paciência encerrava, ou seja, o tempo de concentração dele terminava, e junto com ele a participação também. 

Hoje é muito engraçado o comportamento dele comigo, não pode me ver na escola que gruda que nem chiclete. É muito carinhoso, inteligente, esperto e interage com a comunidade, bastando só que ninguém o segure pela mão, nem demore a falar o que quer, assim como a entendê-lo. Este é meu relato, que me deixou muito feliz pela maneira como fui recebida e aceita por este anjo.

Participante do projeto Portas abertas para a inclusão – 2013

Compartilhe este conteúdo com seus amigos.
Comente ou compartilhe nas mídias sociais: