Vocês conhecem experiências inclusivas de ensino de português no ensino médio?

Tenho um filha com Síndrome de Down, se chama Laura, tem 17 anos e está no 3º ano do ensino médio. Ela é alfabetizada, e desde o 1º ano a professora tenta inserir conceitos gramaticais como substantivos, verbos, sujeito/predicado, mas percebo que é tão abstrato para a Laura, ela confunde, enfim, não vejo funcionalidade em nomear cada palavra de uma oração.

Gostaria de saber experiências no ensino médio de adaptações em português.

A Laura gosta muito de escrever longos textos sobre seu dia a dia, seus sonhos, mas percebo que falta estruturá-los melhor. Mas como sem passar pela gramática tradicional? Estou sempre em contato com a professora, mas vejo a dificuldade em criar estratégias para facilitar esse aprendizado. Estou em busca de modelos, experiências e orientação.

Obrigada.

Estratégias pedagógicas
Por Equipe DIVERSA
Olá! Agradecemos pela confiança em dividir sua questão. Acreditamos que a troca de experiências entre pessoas envolvidas com o atendimento de estudantes com deficiência na escola comum é essencial para a construção de uma educação cada vez mais inclusiva. Por isso, sua contribuição é muito importante para a Comunidade DIVERSA. Nesse momento, estamos buscando pessoas e referências que possam te ajudar. Enquanto isso, sinta-se livre para explorar os estudos de caso, os relatos de experiência, os artigos e os materiais pedagógicos acessíveis de nossa biblioteca. Continue nos contando suas descobertas sobre o tema da educação para todos!
Conhece alguém que pode responder? Compartilhe um link para a pergunta.
Comente ou compartilhe nas mídias sociais: