Como solicitar uma avaliação adaptada no ensino superior?

Tenho uma doença que limita a movimentação dos meus membros e necessito de atenção especial para fazer as provas presenciais da minha faculdade. Sou destra, mas às vezes nem consigo assinar meu nome, pois perco a força. Minha mão esquerda também tem a movimentação restrita. Sou acadêmica do curso de Psicologia em uma universidade particular em São Paulo (SP).

No vestibular, tive a experiência de contar com um funcionário para escrever para mim, mas achei complicado, pois precisava ditar, ver se a ortografia estava correta etc.

Talvez, para a faculdade, a opção mais tranquila fosse realizar uma avaliação oral, diretamente com o professor da matéria, mas nem sempre estou fisicamente bem. Imaginei também que poderiam me cobrar trabalhos acadêmicos. Adoraria fazer, tenho gosto por pesquisar.

Gostaria de saber como posso formular um documento para fazer essa solicitação. Devo usar alguma lei? Quais argumentos coloco? Devo escolher um método ou indicar possibilidades?

Quero muito continuar na faculdade e agregar meu valor! Agradeço a atenção.

Obrigada

Avaliação

2 respostas

Por Equipe DIVERSA em 12/03/2019

Oi Jaqueline,

Sobre o embasamento legal, nós aconselhamos você a conferir o Artigo 24 da Convenção sobre os direitos das pessoas com deficiência, documento internacional que tem status constitucional no Brasil. A Convenção defende um sistema educacional inclusivo em todos os níveis e afirma que os Estados-parte devem assegurar adaptações razoáveis de acordo com as necessidades individuais.

+ Acesse o Artigo 24 da Convenção

A Convenção, aliás, foi o suporte da Lei brasileira de inclusão (LBI). No capítulo IV, essa lei trata do direito à educação e prevê “disponibilização de provas em formatos acessíveis para atendimento às necessidades específicas do candidato com deficiência”.

+ Veja o capítulo IV da LBI

Esta resposta te ajudou?
Por Daniela Cardoso de Oliveira em 12/03/2019

Olá Jaqueline, boa tarde!

Me chamo Daniela, tenho deficiência visual e estou cursando o 8º semestre do curso de psicologia em uma universidade comunitária de Criciúma/SC.

O que te indico, antes de tudo, é verificar se a universidade que você estuda possui algum setor/serviço que preste apoio aos acadêmicos com deficiência dentro do campus. Isso pode encurtar bastante o seu caminho, principalmente se houver alguém com quem você possa discutir pessoalmente as possibilidades de adaptação.

Quanto a legislação, siga as dicas que já foram dadas aqui. O embasamento legal, neste caso, é seu melhor argumento. Se existem várias possibilidades de adaptação que te contemplam você pode indicá-las, porém, caso exista um método que seja o mais adequado para atender às suas necessidades, exponha-o e deixe bem claro que é isso que você reivindica.

Além de possuirmos deficiências diferentes, os dispositivos de atenção aos acadêmicos com deficiência variam de uma universidade para outra, de forma que minha experiência pessoal talvez não contribua muito contigo. Mas, caso queira trocar figurinhas com outra futura psicóloga com deficiência, fique à vontade para entrar em contato pelo e-mail: danyolivie@gmail.com.

Um abraço e sucesso, querida!

Esta resposta te ajudou?
Conhece alguém que pode responder? Compartilhe um link para a pergunta.
Comente ou compartilhe nas mídias sociais: