Como despertar o interesse dos professores por práticas inclusivas?

A escola em que atuo não tem uma quadra, a aula de Educação Física é feita no espaço onde funciona o refeitório. Lá existem dois alunos de inclusão. Porém, o professor trabalha somente com os sem deficiência, e deixa os com deficiência sentados.

Estou perto de concluir o curso Portas Abertas para Inclusão EAD do DIVERSA e observo que a escola não oferece nenhuma atividade que estimule todos os alunos a participarem. Mesmo o espaço sendo pequeno, poderíamos pensar em práticas inclusivas. Já falei do curso para eles, mas não se interessaram em fazer.

É nítido que não sabem trabalhar com inclusão. Penso que se realizasse esse curso aprenderia muita coisa, pois o conteúdo do mesmo é ótimo. Porém, depois de já ter dado o endereço para tal professor e vendo que não se interessou, não estou sabendo como agir com a situação.

Alguém pode me dar uma dica?

Por Equipe DIVERSA
Olá! Agradecemos pela confiança em dividir sua questão. Acreditamos que a troca de experiências entre pessoas envolvidas com o atendimento de estudantes com deficiência na escola comum é essencial para a construção de uma educação cada vez mais inclusiva. Por isso, sua contribuição é muito importante para a Comunidade DIVERSA. Nesse momento, estamos buscando pessoas e referências que possam te ajudar. Enquanto isso, sinta-se livre para explorar os estudos de caso, os relatos de experiência, os artigos e os materiais pedagógicos acessíveis de nossa biblioteca. Continue nos contando suas descobertas sobre o tema da educação para todos!
Conhece alguém que pode responder? Compartilhe um link para a pergunta.
Comente ou compartilhe nas mídias sociais: