Como despertar o interesse dos professores por práticas inclusivas?

A escola em que atuo não tem uma quadra, a aula de Educação Física é feita no espaço onde funciona o refeitório. Lá existem dois alunos de inclusão. Porém, o professor trabalha somente com os sem deficiência, e deixa os com deficiência sentados.

Estou perto de concluir o curso Portas Abertas para Inclusão EAD do DIVERSA e observo que a escola não oferece nenhuma atividade que estimule todos os alunos a participarem. Mesmo o espaço sendo pequeno, poderíamos pensar em práticas inclusivas. Já falei do curso para eles, mas não se interessaram em fazer.

É nítido que não sabem trabalhar com inclusão. Penso que se realizasse esse curso aprenderia muita coisa, pois o conteúdo do mesmo é ótimo. Porém, depois de já ter dado o endereço para tal professor e vendo que não se interessou, não estou sabendo como agir com a situação.

Alguém pode me dar uma dica?

3 respostas

Por Andréia Alves Soares em 18/06/2020

Olá Professora Rosângela!

A verdadeira inclusão ocorre não somente ao matricular na escola os alunos com deficiência, mas ao oportunizar a eles o aprendizado, não basta que eles estejam frequentando a escola, eles devem ter acesso ao conhecimento, para tanto é necessário que muitas vezes, dependendo das atividades, os professores tenham que adaptá-las para os alunos com deficiência, o que demanda estudo, tempo, disponibilidade, envolvimento e amor à sua profissão. Ao ter em sua sala um aluno com deficiência, o professor não precisa ter uma formação específica a respeito daquela deficiência, mas é fundamental que ele busque conhecê-la, pois facilitará o desempenho de seu trabalho. É importante que a gestão escolar incentive a formação continuada dos profissionais que atuam na escola, uma boa opção são os grupos de estudo, há diversos materiais de qualidade disponíveis na internet, sugiro alguns, como o livro do professor Leandro Rodrigues: Como adaptar atividades para alunos com deficiência, disponível no site do Instituto Itard: https://institutoitard.com.br. No site do Instituto Itard você encontrará mais livros digitais gratuitos e artigos científicos sobre educação inclusiva.

Espero ter contribuído e que a inclusão, verdadeiramente, ocorra em sua escola!

100% Acham isso útil Esta resposta te ajudou?
Por Andréia Alves Soares em 18/06/2020

Olá Professora Rosângela!

A verdadeira inclusão ocorre não somente ao matricular na escola os alunos com deficiência, mas ao oportunizar a eles o aprendizado, não basta que eles estejam frequentando a escola, eles devem ter acesso ao conhecimento, para tanto é necessário que muitas vezes, dependendo das atividades, os professores tenham que adaptá-las para os alunos com deficiência, o que demanda estudo, tempo, disponibilidade, envolvimento e amor à sua profissão. Ao ter em sua sala um aluno com deficiência, o professor não precisa ter uma formação específica a respeito daquela deficiência, mas é fundamental que ele busque conhecê-la, pois facilitará o desempenho de seu trabalho. É importante que a gestão escolar incentive a formação continuada dos profissionais que atuam na escola, uma boa opção são os grupos de estudo, há diversos materiais de qualidade disponíveis na internet, sugiro alguns, como o livro do professor Leandro Rodrigues: Como adaptar atividades para alunos com deficiência, disponível no site do Instituto Itard: https://institutoitard.com.br. No site do Instituto Itard você encontrará mais livros digitais gratuitos e artigos científicos sobre educação inclusiva.

Espero ter contribuído e que a inclusão, verdadeiramente, ocorra em sua escola!

Esta resposta te ajudou?
Por Andréia Alves Soares em 18/06/2020

Olá Professora Rosângela!

A verdadeira inclusão ocorre não somente ao matricular na escola os alunos com deficiência, mas ao oportunizar a eles o aprendizado, não basta que eles estejam frequentando a escola, eles devem ter acesso ao conhecimento, para tanto é necessário que muitas vezes, dependendo das atividades, os professores tenham que adaptá-las para os alunos com deficiência, o que demanda estudo, tempo, disponibilidade, envolvimento e amor à sua profissão. Ao ter em sua sala um aluno com deficiência, o professor não precisa ter uma formação específica a respeito daquela deficiência, mas é fundamental que ele busque conhecê-la, pois facilitará o desempenho de seu trabalho. É importante que a gestão escolar incentive a formação continuada dos profissionais que atuam na escola, uma boa opção são os grupos de estudo, há diversos materiais de qualidade disponíveis na internet, sugiro alguns, como o livro do professor Leandro Rodrigues: Como adaptar atividades para alunos com deficiência, disponível no site do Instituto Itard: https://institutoitard.com.br. No site do Instituto Itard você encontrará mais livros digitais gratuitos e artigos científicos sobre educação inclusiva.

Espero ter contribuído e que a inclusão, verdadeiramente, ocorra em sua escola!

Esta resposta te ajudou?
Conhece alguém que pode responder? Compartilhe um link para a pergunta.
Comente ou compartilhe nas mídias sociais: