Há movimentos para tornar a LBI mais efetiva em escolas particulares?

Boa tarde. Tenho contato com vários profissionais da saúde, com vários pacientes de inclusão e os relatos se repetem, de extrema dificuldade de aceitação do aluno de inclusão na escola particular regular. A escola ou nega claramente o aluno, ou o faz de forma velada, informando que não teria estrutura para recebê-lo. Em outros casos, a escola aceita o aluno, mas de fato não está preparada e o que ocorre é uma exclusão, ou no mínimo uma não exploração dos potenciais da criança, por falta de conhecimento de professores, coordenadores etc. A nova Lei Brasileira de Inclusão (LBI) foi uma grande conquista e é clara com relação ao apoio à inclusão, mas vemos uma realidade onde a imensa maioria dessas escolas não a cumpre e também não se preocupa com fiscalizações ou eventuais multas ou punições. Gostaria de saber se há movimentos, seja no setor público ou privado, para que a lei comece a ser mais efetiva.

0 Qualificação

1 resposta

Por Equipe DIVERSA em 19/04/2017

Olá, Vinícius! Seja bem-vindo à nossa comunidade! Nós da equipe do DIVERSA agradecemos pela confiança em dividir suas dúvidas. Acreditamos que encaminhamentos para desafios como o que você expôs possam ser construídos coletivamente. Para isso, dividiremos sua questão com outros membros de nossa comunidade e pesquisaremos em nosso acervo de conteúdos referências que possam te inspirar na busca por possibilidades inclusivas. Enquanto isso, te convidamos a explorar e comentar os estudos de caso, os relatos de experiência e os artigos de nossa biblioteca. Continue nos contando suas descobertas sobre o tema da educação para todos. Sinta-se à vontade para trocar experiências!

0 Qualificação
Conhece alguém que pode responder? Compartilhe um link para a pergunta.
Comente ou compartilhe nas mídias sociais: