Alfabetização e inclusão: educadores e famílias contam experiências e compartilham dúvidas

O Dia Internacional da Alfabetização, comemorado em 8 de setembro, foi instituído pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) com o objetivo de mobilizar a comunidade global em um compromisso pela erradicação do analfabetismo. Conforme reforça a entidade, a alfabetização é essencial para o desenvolvimento pessoal e social de todas as pessoas. Trata-se de um direito humano vital para a construção de uma sociedade mais inclusiva e sustentável.

Grupo de cerca de dez crianças e uma mulher adulta seguram livros diante de si.
Para a Unesco, alfabetização para todos torna sociedades mais inclusivas e sustentáveis. Foto: Elza Fiuza/Agência Brasil.
Para as escolas, na prática, o desafio é garantir que todos possam aprender a ler e escrever. Para celebrar a data, educadores e familiares de todo o Brasil contam como desenvolveram estratégias pedagógicas para alfabetizar turmas com estudantes com deficiência, transtorno do espectro autista (TEA) e altas habilidades/superdotação e compartilham suas dúvidas sobre alfabetização e inclusão. Confira!

 

Boas práticas de alfabetização

Alfabetização e Síndrome de Down: educadora destaca repertório de estudante
Com uso de tecnologias assistivas, professora do atendimento educacional especializado desenvolve atividades para aluna com Síndrome de Down ler e escrever.

Aulas de Libras melhoram comunicação entre crianças surdas e ouvintes
Com aulas de Libras em conjunto, professora de escola pública garante comunicação efetiva entre estudantes surdos e ouvintes no interior de São Paulo.

Ressignificar saberes para valorizar eficiências no processo de alfabetização
Educadoras passam a contextualizar processo de ensino de acordo com gostos pessoais de estudante com autismo e obtêm avanços.

Professora usa receitas e comida para alfabetizar turma de aluna com deficiência física
Com o estudo de receitas de comidas de festas juninas, professora alfabetiza turma de 2º ano e garante inclusão de aluna com comprometimento físico.

 

Discussões da Comunidade Diversa

Criança surda em período de alfabetização tem direito a um intérprete de Libras?
Mãe de garota surda gostaria de saber se legislação garante direito a presença de um intérprete de Língua Brasileira de Sinais (Libras) em sala de aula.

Como alfabetizar estudante que não fala com coerência?
Mãe preocupada com processo de alfabetização de estudante que não fala com coerência quer saber como pode garantir o desenvolvimento da filha.

Como trabalhar conteúdos do currículo com estudante com autismo do 4º ano?
Ivone Aparecida Rodrigues Faustino, de Santa Rita do Pardo (MS), tem dúvidas sobre adequação curricular para estudante com autismo.

 

Quer se informar ainda mais? Confira todas os conteúdos do Diversa sobre alfabetização.

Aproveite também para esclarecer dúvidas e trocar ideias sobre educação inclusiva com a Comunidade Diversa. Basta se cadastrar para começar a interagir!

Compartilhe este conteúdo com seus amigos.
Comente ou compartilhe nas mídias sociais: